dicas de chacaras para alugar

dicas de chacaras para alugar, veja aqui o processo de alugar um imóvel para temporada é diferente de fazer uma reserva em um hotel, porém, mesmo sendo por um curto período de tempo é importante firmar um contrato.

dicas de chacaras para alugarSe for deixar para última hora, mantenha a tranquilidade a fim de evitar escolher o imóvel errado, golpes nessa área são comuns. Estranhe preços baixos em época de alta temporada, pode ser um golpista ou um imóvel em pessímas condições. O ideal é não deixar para a última hora, especialmente em alta temporada e feriados prolongados, você terá mais opções e não corre o risco de encontrar os melhores imóveis já ocupados.

Confira algumas dicas antes de assinar o contrato de locação por temporada. É indispensável que o locador e locatário tomem alguns cuidados. dicas de chacaras para alugar

Faça perguntas básicas:
Tire todas as suas dúvidas com o proprietário e evite frustações. Você pode fazer perguntas sobre roupas de cama, limite de pessoas, vizinhança, o que há nas redondezas do local, regras do condomínio (se for o caso), itens de cozinha, formas de pagamento, taxas, se é permitido animais de estimação, quais as condições do contrato e etc. dicas de chacaras para alugar 

Inspecione o imóvel:
É ideal conhecer o imóvel pessoalmente, se possível com o locador, afim de verificar suas condições e evitar surpresas desagradáveis. Na inspeção, além de evitar surpresas como vizinhança indesejada, verifique se alguma coisa não está de acordo com a descrição do anúncio. Confira algumas dicas ao verificar o imóvel: dicas de chacaras para alugar

  • Confira os utensílios (talheres, panelas e etc) e se suas quantidades é suficiente para todos
  • Teste a conexão com a internet e o telefone se forem importantes
  • Verifique tomadas, voltagem e aparelhos elétricos
  • Cheque as roupas de cama caso sejam oferecidas
  • Verifique as condições dos banheiros
  • Se houver piscina, verifique seu estado e condições de funcionamento

Ao chegar no local, evite problemas revisando as condições do imóvel e contate o locador caso seja necessário. Na maioria dos contratos, o locatário tem 48 horas para reclamar de qualquer problema no imóvel, como itens que faltam ou não funcionam.

Nesse tipo de locação, é comum as pessoas fecharem negócio sem fazer nenhuma inspeção, geralmente quando o imóvel está em outro estado, tendo apenas fotos de divulgação como referência. Uma alternativa é pedir ao proprietário por indicações de outras pessoas que já alugaram o imóvel, ou pedir à amigos que morem na região que façam a inspeção.

Contrato:
Um contrato nesse tipo de locação é indispensável. Essa é uma providência que deve ser tomada, mesmo que o aluguel dure apenas alguns dias e deve constar: datas de entrada e saída, itens, nome e endereço do proprietário e locatário, número de pessoas, valor do aluguel e caução, quem irá arcar com as contas (luz, água, gás, telefone entre outros), formas de pagamento, condições para prorrogar a locação e etc. Seja bem detalhista.

A Lei do Inquilinato determina que o contrato de aluguel por temporada deve conter, obrigatoriamente, uma relação de móveis, utensílios e o estado em que se encontram. Portanto, não tenha constrangimento por reclamar se encontrar qualquer problema.

Localização do Imóvel:
Veja quais tipos de transporte você pode usar para chegar até o local, estradas próximas, rodoviárias, aeroportos entre outros meios. Verifique também a infra-estrutura próxima ao imóvel: supermercados, hospitais, bancos, praças, distância até a praia, restaurantes, condições de segurança e tudo que for importante para sua estadia.

Aluguel em Grupos de Amigos ou Famílias:
Ao escolher esse tipo de locação com um grupo de amigos, de preferência aos imóveis com áreas internas amplas. Nesse tipo de aluguel o valor costuma diminuir bastante devido a divisão, saindo em conta para todos. Com a família, se tiver crianças, verifique nas redondezas do imóvel se há hospitais, postos de saúde, farmácias e supermercados.